Menu e Textos Alma das Flores
Banner

Cadastre-se e receba newsletter

    

 

 

Num determinado momento do aqui e agora: a distinção entre o existente na nossa realidade; o possível de existir, caso se faça isto ou aquilo outro; e o inexistente. Saudável percepção, sem ilusões, inverdades e sofrimentos vãos. Uma verdade existencial: a realidade é mutável, impermanente, e depende de inúmeros fatores. O que não pode faltar em um caminho escolhido: amor e amor próprio.

 

  
 


 

 

 

Buscar

 

3 Conteúdos encontrados
Prisma na arrebentação     Prisma na arrebentação    Rosana Uchôa  29/08/2012   (Astrologia e Espiritualidade)   Em Curitiba, oito meses sem ir à praia, desde pouco antes do natal com a família, mãe, pai e irmão, nas águas mornas, mansas e transparentes de Santa Catarina. Bom tempo para uma carioca. No Rio de Janeiro, num recente domingo de sol, caminhei sozinha na areia poucos minutos até vir à mente: “agora, pela primeira vez depois de tanto tempo, vou fixar os olhos no mar”.  Virei, então, a cabeça para o lado. A onda arrebentou forte naquele instante, e acima um arco-íris rapidamente se formou e se extinguiu em poucos segundos para a minha grata surpresa. Susto bom. Sem registro pretérito na memória consciente. Um animal estava nadando com a metade da cabeça para fora, dando para ver os olhos, ali mesmo onde o olhar se fixou, nas redondezas do arco-íris. Eu acho que vi um leão marinho. Fofo, pensei. Carinha inocente, olhinhos puros. Puxa, estava vendo várias coisas ao mesmo tempo, esperando, a princípio, apenas observar o mar e as ondas, o que já seria bastante, depois de oito meses sem fitá-los. “Os machos podem formar haréns de até cinquenta fêmeas”. Caramba, é por isso que ele se chama leão marinho! Conquistadores profissionais do mar. Sabem tudo a respeito de anima e animus, podendo ser perigosos. São especializados na conquista da alma feminina. Sabe-se que um deles atacou a Shakira em fevereiro deste ano. “Estava a pensar em como eles são bonitos. Tentei aproximar-me um pouco mais do que os outros turistas e desci uma pedra para as acariciar e tirar-lhes uma foto”, contou a cantora. Esta espécie hoje não está ameaçada de extinção, no que depender dos machos, é claro. Já esteve ameaçada no passado. “Hoje, a sua caça é proibida. Porém, ainda sofrem uma séria ameaça associada à ocupação das praias pelo homem, pelo lixo jogado nos mares e pela poluição por petróleo, que coloca em risco todos os animais do mar&rdq
Código morse de Poseidon   Rosana Uchôa 04/09/2012     -         Capitão, mensagem em código morse! Está assinado Ondina de Poseidon.    -         As ondinas contam histórias e falam em sentido figurado, nem sempre compreensível a todos, e por isso são um tanto irritantes... O que ela diz por alto? -         Um barco pirata está se aproximando do navio da marinha brasileira. Não enviem torpedos, porque ele tem sido pirata apenas nas horas de folga, mas na maior parte do tempo é um militar da embarcação. As sereias em polvorosa sobem do fundo do oceano, quem sabe para elas o levarem de vez. De fato, não é este o caso e nem tão pouco a hora. O pirata marujo, fora de forma, estava causando transtornos à embarcação civil, e seu barco clandestino, repentinamente, entrou numa outra correnteza de Tritão, filho de Poseidon e Anfitrite. O barco pirata estará, em breve, chegando por aí. A suave mas firme correnteza está devolvendo o militar à marinha para que ele seja bem tratado, agora ciente dos acontecimentos. Os motivos são os velhos conhecidos, capitão: ex-mulher abnegada, sensível, delicada, frágil, ameaças, neuroses m‎últiplas e tesouros de família.    -         Chamem o oficial tradutor de ondinas, baleias, sereias e golfinhos!     Próximo tema: Três casos reais sobre relacionamentos com violência física e verbal às mulheres – clientes do mês de agosto na cidade do Rio de Janeiro.     
A Gratidão e o Louco do Tarô       A Gratidão e o Louco do Tarô Rosana Uchôa  24/09/2012     A gratidão não tem fim, porque a gente sempre se lembra do que não consegue esquecer pelos mais variados bons motivos. A gratidão é geralmente a melhor das despedidas.   A gratidão não tem hora, porque não existe só por causa de mim e do Sistema Solar.     A gratidão sabe dizer aDeus, porque o existente vem de Deus, independente da gente, de certa forma interligado. Nasceu livre para ser agradecida e também agraciada por Ele.     A gratidão é uma cor que nunca se apaga. Luz dos seres.     A gratidão é uma das melhores fotos de nosso perfil.    A gratidão é a ponte num mar revolto, a coragem que sempre tive de dizer e a lembrança que fica quando um dia não mais estivermos aqui.     A gratidão não tem sexo, mesmo começando com A e terminando com O.     A gratidão é só o começo da verdadeira história dos mundos.      A gratidão não espera nada de ninguém, porque é mais inteligente do que pensam as vãs filosofias mundanas.   A gratidão não sente pena de ninguém: ela cura "todo mundo".   A gente não sabe o que faz com a gratidão: se ri ou se chora.      A gratidão não odeia ninguém. A gratidão sente amor cósmico. Ela agradece o bem e o mal que lhe servem de lição antes das provas finais.    A gratidão não perdoa, porque não precisa disso para ser feliz. Confia em Deus. Depois de tudo agradece e pronto! Acabou! Não resta! A gratidão não provoca e nem contraria ninguém, pois simplesmente agradece de coração sem pensar em mais nada, antes que diga o que sente. A gratidão é um ato de entrega pela firme vontade de Ser: principalmente mulher, independente de sexo.     A gratidão é a maior espontaneidade da Terra. Ela é a si mesma, antes que lhe digam como deveria ser, na realidade, em “um mundo maravilhoso” sem a sua existência assim como é, mas deveria ser, pensar, falar e escrever, caso fosse melhor
planetafuturo © Copyright 2000