Menu e Textos Alma das Flores
Banner

Cadastre-se e receba newsletter

    

 

 

Num determinado momento do aqui e agora: a distinção entre o existente na nossa realidade; o possível de existir, caso se faça isto ou aquilo outro; e o inexistente. Saudável percepção, sem ilusões, inverdades e sofrimentos vãos. Uma verdade existencial: a realidade é mutável, impermanente, e depende de inúmeros fatores. O que não pode faltar em um caminho escolhido: amor e amor próprio.

 

  
 


 

 

 

Amor e as Rosas

 

 

 

Amor e as Rosas

 

"Por mais duro que alguém seja, derreterá no fogo do amor.

Se não derreter, é porque o fogo não é bastante forte."

Mahatma Gandhi - Índia (1869-1948)

                                                                          Rosana Uchôa

10/07/2014

Existe um caminho possível até à morte: a vida concedida.

Talvez uma estrada ou outra, mas sempre a vida concedida. 

Sem Fogo não é possível nem apreciar o oco

O silêncio sem forma e nem cores.

Até o Fogo precisa de Ar para manter a luz e o calor

A música preenche espaços e vácuos

O Fogo é bastante forte, se existe amor

Não há como contê-lo, na verdade o iluminado

Transforma-se pelo amor

Simplesmente existe por amor  

Houve o ser 

Ninguém tira isso dele até o fim

Não falta nenhum pedaço

As lágrimas são a prova de mais nada

A Vida Concedida e o Espaço de Fogo

Derretem as entranhas

Sobra o pó e a vida concedida por amor

Não é esperança: É vida.   

 

 

 

planetafuturo © Copyright 2000